Raquete da marca Portuguesa Cork Padel, no seu modelo PREMIUM de formato diamante. A raqueta está inteiramente coberta por cortiça, conta com Kevlar na estrutura, innegra um material altamente elástico e leve usado pela NASA, empresas de aviação, Formula 1, entre outros, e um núcleo de goma EVA SOFT laminada de baixa densidade.

Ao pegar nela pela primeira vez fica-se novamente com a sensação de uma raquete acabada de forma exímia com atenção a todos os pormenores, tal como na versão PRO. O balanço ligeiramente a descair para a cabeça por força do seu formato diamante. Ao colocar-se os overgrips, conseguirá optimizar o balanço em direcção ao punho. Pode, adicionalmente, colocar fitas de chumbo ou tungsténio no punho, por baixo dos overgrips se ainda quiser baixar um pouco mais ainda, ou em alternativa colocar no topo da raquete para lhe dar um extra de potência, contudo não acho necessário qualquer adição além dos overgrips.

Em jogo é uma raquete com um toque médio-soft e igualmente extremamente confortável tal como a PRO. Apresenta um sweet spot mais reduzido que a versão PRO mas bastante agradável. Em termos de potência está muito bem servida e uns pontos acima da PRO, especialmente quando acertamos no sweet spot dela. Tem uma saída média, menor que a PRO. Neste tipo de raquetes agrada-me raquetes com pouca saída, mas é um gosto sempre pessoal. Na rede como ainda conta com uma saída média, convém atenção na hora de efectuar o volley ou bandeja, mas neste campo está na minha opinião uns pontos acima da PRO que por sua vez brilha mais no fundo do campo. Tem um bom compromisso de controlo de fundo do court, pela sua boa manuseabilidade, sensação de leveza e saída média. Os lobs saem na perfeição com a técnica correcta ao acertar no sweet spot da raquete.

O peso testado foi o de 366gr, o que se revelou um peso excelente para estar raquete na minha opinião.

A superfície é totalmente em cortiça com acabamento de verniz mate.

Em termos sonoros é uma raquete que tem uma sonoridade média e com um timbre médio a tender para o grave.

O cordão de segurança é ajustável e muito confortável.

Em termos de durabilidade, parece ser uma raquete sólida e muito bem construída, e a cortiça parece ser um material bastante resistente e duradouro.

Prós:

  • Boa relação potência/controlo
  • Conforto ímpar
  • Boa manuseabilidade

Contras:

  • Sweet spot reduzido (em linha com formato diamante)

Em conclusão, esta é uma raquete que me impressionou igualmente bastante, tal como a versão PRO. Serve, por força do seu formato, jogadores de nível médio alto, com boa técnica que queiram uma raquete extremamente confortável com bom compromisso de potência e controlo. Conta com uma pancada de dureza média-soft e saída média. Em fase defensiva é não desilude pelo seu bom manuseamento, conforto e saída. Na rede tem uma potência bastante interessante. Consegue-se com bastante facilidade sacar por 3, por 4 e trazer a bola de volta. Não senti vibração rigorosamente nenhuma no braço, ao terminar 3 jogos de 3 sets intensivos, o sentimento era como se nem tivesse jogado tal como a versão PRO. A cortiça é um material que absorve na perfeição qualquer vibração existente. É uma raquete de qualidade impressionante e feita à mão em Portugal. Esteticamente gosto bastante mas volto a frisar que a estética também é algo muito pessoal.
Conta com um protector de origem, rugoso e de excelente qualidade. Serve principalmente jogadores de esquerda pelo seu formato, mas pode também servir jogadores de direita mais agressivos que queiram um extra de potência. Não coloco ressalvas de qualquer género nesta raquete, contudo na minha opinião, com esta composição de material, o formato que cai que nem uma luva é o redondo ou lágrima. Se daria 10/10 de pontuação à CORK PRO, por achar que, formato, materiais estão em perfeita harmonia, dou 9.8/10 à CORK PREMIUM por ser uma escolha muito interessante para quem queira potência sem qualquer esforço prejudicial aos tendões. É portanto também recomendável para pessoas com problemas de cotovelo. Reafirmo o que disse na análise anterior, um projecto fantástico desta marca Portuguesa e uma iniciativa de louvar. O preço, tendo em conta a qualidade e o processo artesanal de fabrico, é bastante convidativo. Uma raquete a ter, mesmo que não seja a sua arma principal.

POTÊNCIA
CONTROLO
SAÍDA
MANUSEABILIDADE
SWEET SPOT
QUALIDADE/PREÇO

A sua avaliação / Your review

NEWSLETTER

Fique a par das análises mais recentes!

Deixe uma resposta