[dfrcs name=”Drop Shot Conqueror 5.0″]

Raquete topo de gama da marca Drop Shot. É a edição de 2017 da raquete escolhida pelo jogador Argentino Juan Martin Diaz , contando com muito sucesso junto dos praticantes e amantes desta marca. Composta por carbono e um núcleo de goma EVA SOFT. Tem um formato diamante e uma superfície lisa com acabamento de polipropileno termo-laminado (Sistema Curv 360).

Ao pegar fica-se com a sensação de uma raquete muito bem acabada e bastante manejável apesar do formato. O balanço está direccionado para a cabeça por força do seu formato diamante mas não se nota muito. Colocando três ou mais grips e com a ajuda de fitas de tungstenio ou chumbo é possível colocar um balanço mais baixo.

A jogar é uma raquete com um toque surpreendentemente soft, uma pancada sólida e que responde muito bem ao jogador. Apresenta um sweet spot curto mas não excessivamente. Potência é a sua melhor qualidade. Na rede é impressiona pela potência que se consegue atingir aquando de uma pancada bem executada. O controlo é bastante razoável para uma raquete com este molde. Tem pouca saída, o que pode dificultar um pouco a nível defensivo mas com técnica consegue-se fazer dela o que se quer.

O peso testado foi o de 362gr. Após colocação de 4 grips e protector, ficou um pouco mais confortável e com o balanço ligeiramente mais baixo.

A superfície é lisa, com um acabamento mate na lateral e com uma capa de plástico termo-laminado no centro.

Em termos sonoros é razoável.

O cordão de segurança é simples mas confortável.

Em termos de durabilidade, parece ser uma raquete bastante sólida e bem construída o que leva a querer que poderá ter um largo período de vida útil, especialmente pela adição do sistema Curv 360 que lhe traz uma resistência extra.

Prós:

  • Visual espectacular
  • Materiais de elevada qualidade
  • Boa relação controlo potência

Contras:

  • Sweet spot reduzido

Em conclusão, esta é uma raquete para jogadores de ataque sem dúvida. Conta com uma pancada soft e com pouca saída. Convém ter a técnica muito apurada para que se consiga também uma boa prestação na fase defensiva. Não transmite grandes vibrações para o braço o que não esforça em demasia os tendões. Os acabamentos são muito bons bem como o visual gráfico. É uma raquete de elevada qualidade, que é melhor aproveitada por jogadores experientes e de ataque, preferencialmente para um jogador de esquerda. Uma raquete muito bem conseguida que não vai decepcionar ninguém. Muito boa relação qualidade/preço.

POTÊNCIA
CONTROLO
SAÍDA
MANUSEABILIDADE
SWEET SPOT
QUALIDADE/PREÇO

A sua avaliação / Your review

NEWSLETTER

Fique a par das análises mais recentes!

Deixe uma resposta