Raquete da linha “M27”, da marca ROYAL PADEL, uma das marcas pioneiras e mais antigas, no que diz respeito ao fabrico de raquetes de padel, na sua versão limitada de 2020. Composta por uma estrutura totalmente em carbono e reforço de fibra de carbono 3K, na estrutura, coração e face. Conta com um núcleo de FOAM (polietileno soft). Tem um formato redondo oversize. Tem uma superfície rugosa e acabamento mate.

CARACTERÍSTICAS DA RAQUETE:

PRIMEIRAS IMPRESSÕES:

Ao pegar nela pela primeira vez fica-se com a sensação de uma raquete manejável e com acabamentos de qualidade. O balanço tende claramente para o punho.

Ao colocar-se os overgrips, conseguirá optimizar ligeiramente o balanço em direcção ao punho. Se não conseguir colocar mais do que 1 overgrip a opção recai também por colocar os pesos incluídos para baixar o balanço da raquete. Pelo contrário se quiser ainda adicionar mais potência, coloque os pesos incluídos no topo da raquete no local indicado no protector. Esta é uma opção bastante viável para quando se gosta muito de todas as outras características de uma raquete, menos do balanço.

LINHAS GERAIS:

Em jogo é uma raquete com um toque soft, a tender ligeiramente para médio, devido à rigidez da estrutura integral em carbono. Muito confortável dada a composição do seu núcleo em FOAM (polietileno). O sweet spot é bastante amplo, fruto do formato redondo oversize que permite um incremento do sweet spot face ao molde redondo tradicional. Em termos de potência, falta-lhe um pouco, pois o seu ADN é claramente de uma raquete de controlo . Tem uma saída curta, aliada a um toque suave e seco.

NA REDE:

Na rede bandejas e volleys saem com facilidade, dada a fantástica manuseabilidade, permitindo executar as pancadas com naturalidade. Permite excelente reacção nos momentos mais apertados. No smash, não pode esperar milagres, sendo esta uma raquete focada no controlo, conseguirá, com boa preparação física e com a técnica correcta  sacar por 3, por 4 ou trazer a bola de volta.

FUNDO DO COURT:

O controlo na zona defensiva é muito positivo, a saída é curta e isso, apesar de não ajudar nas bolas mais apertadas, permite definir completamente a pancada e tendo em consideração a excelente manuseabilidade, torna-a uma verdadeira luva que permite colocar com precisão a bola no local pretendido. Atenção aos lobs, que requerem uma técnica correcta e completa para não ficarem curtos.

PESO:

O peso testado foi o de 368gr.

SUPERFÍCIE:

A superfície é rugosa com acabamento mate.

SONORIDADE:

Em termos sonoros é uma raquete que tem uma sonoridade média-alta e com um timbre médio.

CORDÃO DE SEGURANÇA:

O cordão de segurança é simples, algo que deixa sempre algo a desejar na nossa opinião, pois o ajuste permite um conforto extra.

DURABILIDADE:

Em termos de durabilidade, parece ser uma raquete muito sólida. Bem cuidada, poderá durar bastante tempo com boa performance.

PRÓS:

  • Excelente manuseabilidade
  • Bom controlo
  • Confortável

CONTRAS:

  • Cordão de segurança não ajustável
  • Falta potência
  • Preço

CONCLUSÃO:

Em conclusão, a M27 Carbono edição limitada, a primeira Royal Padel que testámos, deixou-nos excelentes indicações. Uma raquete bastante indicada para quem tem problemas de cotovelo, devido ao seu sistema de anti-vibração e núcleo FOAM (polietileno), mas que serve todo o tipo de jogadores, desde o amador ao profissional.

A manuseabilidade é um ponto forte desta raquete.  Serve, primariamente, jogadores que primem pelo controlo, principalmente, de direita, que queiram um verdadeira luva, que lhes permite um controlo total da bola em todas as alturas do jogo, mantendo um conforto acima da média. É mais indicada para jogadores avançados, contudo podem também servir iniciantes se não olharem muito ao preço.

Conta com uma pancada soft. O sweet spot é bastante amplo. Em fase defensiva o controlo é muito bom e apesar de não ter aquela saída extra que alguns gostam, permite reagir muito rapidamente e definir a pancada a 100%. Na rede, permite reagir rápido e ter uma precisão acima da média, só não espere demasiado do capítulo da potência. Consegue-se, com técnica correcta, e uma boa dose de potência impressa pelo jogador, sacar por 3, por 4 e trazer a bola de volta.

A parte visual desta versão limitada, está bastante atractiva, com cores que jogam muito bem.

Vibração é algo que não vai encontrar nesta raquete. Bastante recomendada para jogadores com problemas de cotovelo ou a recuperar de lesão.

Uma “luva” topo de gama em forma de raquete, com um preço concordante.

Bons jogos!

POTÊNCIA
CONTROLO
SAÍDA
MANUSEABILIDADE
SWEET SPOT
QUALIDADE/PREÇO

A sua avaliação / Your review

NEWSLETTER

Fique a par das análises mais recentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*