Raquete da gama “BAMBOO” da prestigiada marca Espanhola VIBOR-A, na sua versão liquid 2018. Composta por carbono, kevlar, fibra de vidro e um núcleo de goma EVA SOFT. Tem um formato redondo oversize. Conta com uma superfície rugosa com acabamento mate.

CARACTERÍSTICAS DA RAQUETE:

PRIMEIRAS IMPRESSÕES:

Ao pegar nela pela primeira vez fica-se com a sensação de uma raquete manejável e bem acabada. O balanço está direccionado para o punho e percebe-se isso de imediato.

Ao colocar-se os overgrips, conseguirá optimizar ligeiramente o balanço em direcção ao punho. Se não conseguir colocar mais do que 1 overgrip a opção recai também por colocar fitas de tungsténio por baixo do(s) overgrip(s) para baixar o balanço da raquete. Pelo contrário se quiser ainda adicionar mais potência, coloque as fitas no topo da raquete por baixo ou por cima do protector. Esta é uma opção bastante viável para quando se gosta muito de todas as outras características de uma raquete, menos do balanço.

LINHAS GERAIS:

Em jogo é uma raquete com um toque médio, a goma é soft mas o kevlar na estrutura e a fibra de vidro na face dá-lhe uma rigidez e dureza adicionais. Apresenta um sweet spot dos maiores que já testei. Em termos de potência falta bastante relativamente a raquetes mais agressivas, mas já seria expectável. Tem uma saída média-alta.

NA REDE:

Na rede bandejas e volleys saem com boa precisão e profundidade. Alguma atenção ao vidro dada a saída média-alta. No smash sentirá falta de potência, mas a face rugosa vai permitir uma bandeja e vibora bem venenosas.

NO FUNDO DO COURT:

O controlo de fundo do court é fantástico em todos os níveis. Não há bola impossível de devolver com este sweet spot gigante, boa saída e balanço baixo. Lobs saem com boa profundidade na maioria das vezes.

PESO:

O peso testado foi o de 375gr.

SUPERFÍCIE:

A superfície é rugosa com acabamento mate.

SONORIDADE:

Em termos sonoros é uma raquete que tem uma sonoridade média-alta e com um timbre alto.

CORDÃO DE SEGURANÇA:

O cordão de segurança é ajustável como é hábito da marca VIBOR-A.

DURABILIDADE:

Em termos de durabilidade, parece ser uma raquete sólida, muito bem construída e robusta. Bem cuidada, poderá durar bastante tempo com bom performance.

PRÓS:

  • Excelente controlo
  • Enorme sweet spot
  • Manuseável
  • Cordão de segurança ajustável

CONTRAS:

  • Falta claramente potência
  • Preço

CONCLUSÃO:

Em conclusão, esta é uma raquete muito bem concebida e com o objectivo e jogador tipo bem definido. Na minha opinião é uma raquete que serve jogadores de direita, que sejam autênticas paredes. Recomendável para todos os escalões, contudo pelo preço concordante com uma gama alta, mais indicada para jogadores já mais experientes.

Conta com uma pancada de dureza média e uma saída média-alta. É uma raquete com excelente sweet spot.  Em fase defensiva vai sentir-se capaz de defender tudo, dado o sweet spot, saída e balanço. Na rede nunca será a melhor raquete, mas não compromete e permite reagir rapidamente em pancadas mais apertadas. Volleys e bandejas saem profundos e precisos. Atenção aos excessos que levam ao vidro. Consegue-se com técnica e algum esforço, sacar por 3, por 4 e trazer a bola de volta. A face rugosa ajuda nos efeitos pretendidos.

A parte visual é na minha opinião é espectacular tal como a restante linha da marca. O verde fluorescente com o desenho típico da VIBOR-A fica muito bem.

Senti alguma vibração no braço dado à rigidez que o kevlar lhe proporciona, mas pouca. O balanço para o punho ajuda ao conforto neste capítulo.

Uma raquete para os amantes do jogo defensivo. Uma raquete fácil e difícil de não gostar.

Bons jogos!

POTÊNCIA
CONTROLO
SAÍDA
MANUSEABILIDADE
SWEET SPOT
QUALIDADE/PREÇO

A sua avaliação / Your review

NEWSLETTER

Fique a par das análises mais recentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*